• 02 MAR 18
    • 2
    TEMPO

    TEMPO

                      “Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou, mas tenho muito tempo, temos todo o tempo do mundo.” Hoje acordei pensando nessa música do grupo Legião Urbana e fiquei justamente pensando nisso. Não sabemos quanto tempo temos, a única certeza que temos é que um dia ele cessará… Desde o dia do nosso nascimento o nosso tempo é finito.

                    Portanto, não cabe ficar remoendo questões do passado, a ideia é viver intensamente cada instante. Hoje escrevo sobre isso, pois é algo que quero aprender e conseguir tocar em frente.

                    Dias bons e dias maus acontecem, como nós os enfrentamos é que faz toda a diferença. Temos que fazer o melhor possível cada dia que abrimos os olhos e vemos um novo dia. Temos limitações, isso é fato, quem é que as não têm.

                    Penso que o fato de ter uma patologia como a esclerose múltipla não pode pautar, nem definir em tudo nossa vida. Devemos sempre ter consciência dela e das limitações que nos causa, mas não podemos usá-la como desculpa ou argumento para que não façamos simplesmente nada.

                    Entender sua condição é fundamental. Aprendi que posso resolver alguns problemas sozinha sim, mas preciso sempre fazer um planejamento mínimo, por exemplo: preciso ir ao banco e ao INSS, um local fica bem distante do outro então, faço a programação para um dia ir a um local e no dia seguinte vou ao outro.

                    Temos pressa para resolver nossos problemas, mas precisamos sempre pensar qual a melhor forma de executar aquela tarefa. A fadiga vem isso é certo, mas podemos conseguir realiza-las sempre, podemos tudo o que quisermos.

                    Tudo é possível. Temos todo o tempo do mundo para realizarmos nossos projetos e sonhos. Muitas vezes sofremos por frustrações e erros cometidos. A varinha de condão não vem nos conceder os pedidos mais íntimos, porém, podemos nos organizar para conseguirmos conquistar efetivamente o que queremos.

                    Muitas vezes teremos de traçar caminhos diferentes e gastaremos um pouco mais de tempo do que desejávamos, mas é possível sim conquistar coisa que desejamos e executar os planos elaborados.

                    O tempo tem de estar a nosso favor, usá-lo de forma mais sábia cabe exclusivamente a nós. Quanto tempo temos, não sabemos, mas sabemos que podemos sempre fazer o melhor e conseguir usá-lo a nosso favor.

                    Muito ou pouco é relativo o que é pouco pra um é muito para o outro. O importante é vivermos intensamente e com muita vontade. O tempo é concedido a nós para usarmos da melhor forma que conseguirmos.

                    O livre arbítrio existe isso é fato, então o que fazemos do tempo que nos é concedido é de exclusiva responsabilidade nossa.

                     Idas e vindas fazem parte dessa jornada. Quedas, tropeços e imprevisto também, mas os obstáculos existem para serem superados. Sempre aparecem para nos fazer pensar e crescer. Aprender sempre.

                    O tempo sempre é sempre curto, pois sempre queremos fazer mais… Tirar o pé do acelerador, olhar a paisagem em volta e as pessoas que estão ao nosso redor ajuda na jornada, nos dá confiança e ânimo.

                    Temos todo o tempo do mundo, vamos usá-lo a nosso favor sempre. Todo ação começa por um pensamento, uma fagulha de desejo ou por uma inspiração.

                    Portanto, vamos nos inspirar e motivar sempre. Tudo podemos, desde que as etapas do processo de conquista sejam planejadas e realmente desejadas.

                    Deixo a pergunta de hoje: “O que você fará do seu tempo hoje?” Tome posse dele e faça sempre o melhor possível. A satisfação em fazer o que planejamos e desejamos é impagável e traz uma satisfação imensa.

                    Tempo como nosso amigo e partícipe…

    Leave a reply →
  • Posted by Mari Moreira on 4 de março de 2018, 14:03

    Adorei o texto Daniela , concordo com você a satisfação de fazer uma coisa que já planejavamos a tempos realmente é maravilhosa. Aprendi com o tempo que às vezes temos que mudar a rota pra chegar onde queremos e pra mim isso não importa por que acredito que o importante é Jamais desistir.

    Reply →
  • Posted by Mari Moreira on 4 de março de 2018, 14:03

    Adorei o texto Daniela , concordo com você a satisfação de fazer uma coisa que já planejavamos a tempos realmente é maravilhosa. Aprendi com o tempo que às vezes temos que mudar a rota pra chegar onde queremos e pra mim isso não importa por que acredito que o importante é Jamais desistir.

    Reply →

Leave a reply

Cancel reply