• 14 NOV 18
    • 12
    Sabedoria

    Sabedoria

    Há uma diferença que nos incomoda?

    Que ela se torne possibilidade.

    Que diferença é essa? De sermos nós os esclerosados, quebradinhos, mal-acabados?

    Há uma deficiência física sim, talvez até mental, mas isso não nos torna menos pessoas, menos capazes , mesmo com limitações.

    O mundo passou a ser mais lento ou nós que nos tornamos mais lentos; não importa um quebradinho une-se a dois, três ou mais e faz a força.

    E é assim, também com todas as pessoas; quebradinhos pela vida de tantas formas.

    Lembremos que somos singulares: a humanidade, o planeta Terra.

    Podemos caminhar tentando respeitar diferenças, ou apenas viver brigando com nossa inapetência.

    Eu me acuso, como ser humano, tenho medo do diferente. Diversidade me fascina e assusta. O risco é incontrolável e com todo o medo  há a possibilidade de conhecer o novo, o diferente e de aceitar.

    Isso faz parte da condição humana  – o arriscar, lançar-se a uma aventura ao desconhecido.

    Podemos gostar ou não; mas, sempre aprenderemos, nesta aventura de astronauta, rumo ao espaço de nossas mentes.

    É essa proposição que quero deixar clara, com esse meu papo piegas e cheio de mimi: aprenda , descubra o diverso.

    É fascinante!

    Depois, os esclerosados descobertos antes pelo infortúnio da natureza e os amigos desse tipo de gente, sejam empáricos com esse apelo: chama-se sabedoria.

    Sabemos o que somos, mas não sabemos o que poderemos ser.

    William Shakespeare

    Leave a reply →
  • Posted by Maria Rita Esteves Martins on 14 de novembro de 2018, 22:45

    Linda mensagem sobre sabedoria. Mas não é só vcs quebradinhos ,eu também tenho meus deslizes esqueço muita coisa:"dizem que os idosos não se esquecem são tantas sabedoria que as vezes nos falha a memória ou melhor demoramos para acha-la no cerebro". Minha linda muito bem informada a Sabedoria. Bjs.

    Reply →
  • Posted by Rosiris Costa on 14 de novembro de 2018, 23:27

    Amei….Parabéns….

    Reply →
  • Posted by Soraia on 14 de novembro de 2018, 23:41

    Re…. Sempre incríveis seus.textos!
    Parabéns

    Reply →
  • Posted by Aninha on 15 de novembro de 2018, 06:09

    Que texto bacana e poético (se esse foi o mimimi pode fazer mais nos próximos, kkkk) sobre a sabedoria com possibilidades maravilhosas quando se aceita as diferenças, Re!!!
    Aliás, todos nós temos as nossas diferenças, né…? E sempre queremos que nós aceitem… Então, nada mais justo do que aceitar as dos demais…
    E o que pode assustar, como vc mesmo disse, depois de conhecer pode encantar e muitas vezes somar e construir algo novo e melhor!!!
    Algum autor do qual não me lembro o nome agora já disse que quando duas pessoas se encontram, cada uma com uma idéia, levarão duas ou mais no final… 🙂
    Então, imagina só quando ampliamos isso para os universos de duas ou mais pessoas…!!!! <3
    Muito sábio o seu texto, minha amiga!!! Obgda sempre por compartilhar sua sabedoria!!! Bjos 🙂

    Reply →
  • Posted by Deborah on 15 de novembro de 2018, 18:51

    Rê, vc sempre sábia…. quebradinho, como vc diz, ou não, todos devemos respeitar as diferenças e aprender com elas. Tropeçamos muito nesse caminho, mas se estivermos atentos, conseguimos nos aprumar e nos corrigir. Acredito que isso vai construindo nossa sabedoria. Bjs

    Reply →

Leave a reply

Cancel reply