• 10 AGO 18
    • 17
    Paz

    Paz

    Esta semana foi bastante intensa, saí com uma amiga, passamos a tarde juntas, conversamos, demos muita risadas, comecei um curso e conheci outras pessoas muito alto astral, apesar de problemas sérios de saúde que vivem.

    Acordei me sentindo bem e feliz, apesar de ter aplicado a medicação ontem, o que às vezes traz um desconforto e um mal estar, estou ótima, sem nada disso.

    É muito boa esta sensação de bem estar e este estado de paz. Lembrei de um desenho dois ratinhos que um virava para o outro e dizia: “o que vamos fazer hoje?” e o outro respondia ” vamos tentar conquistar o mundo…”.

    Hoje estou me sentindo assim, quero “conquistar o mundo”. Estranho, mas sinto que tenho que aproveitar. Passamos por altos e baixos durante a vida, então porque não aproveitar quando nos sentimos em alta.

    Toda longa caminhada começa com um passo, provavelmente não conseguirei percorrer todo o percurso hoje, mas, com certeza, darei o primeiro passo. Uma coisa é certa darei um passo para frente e não retornarei… posso demorar um pouco mais para percorrer o caminho, mas irei.

    Não estou com a intenção de fazer atos radicais, acho que vou começar comprando uma tintura para o cabelo, vou pintá-lo e revitalizá-lo. Manterei a mesma cor: “vermelho”, pois me sinto poderosa assim.

    Aproveitar a vida, aproveitar os bons momentos, pois a vida é feita de momentos. É isso que quero fazer hoje. Olhar para vida e para dentro de mim mesma com esses olhos de positividade.

    É amigos, dias sim, dias não, vamos sobrevivendo, mas façamos de tudo para esticar e perdurar a positividade e os sentimentos bons, quando eles nos invadem.

    A vida é intensa e curta! Por isso temos de curtir todos os momentos, em especial sabrear lentamente os bons.

    Não aconteceu nenhum fato tão relevante, apenas uma sensação interna, uma percepção. Isso me faz pensar: as ferramentas para sermos melhores e felizes estão dentro de nós, e quando as acessamos precisamos aproveitá-las, para que assim não esqueçamos do caminho, que na maioria das vezes, não é longo e está dentro de nós, muito mais perto do que às vezes imaginamos.

    Portanto, sigamos “caminhando e cantando”, vivendo com intensidade e procurando sempre a felicidade.

    VIVA A VIDA!!!!!

    Leave a reply →

Leave a reply

Cancel reply