• 24 JUL 20
    • 13
    O semeador e as palavras

    O semeador e as palavras

    A parábola do semeador  é perfeita para descrever minha pequena missão como blogueira. Jogar sementes de ideias ao vento ou Wi-Fi.

    As palavras são sementes ao vento. Hoje em dia palavras são disseminadas via Wi-Fi.

    O nome Wi-fi é uma abreviação da expressão “wireless fidelity”, que, ao traduzir significa fidelidade sem fio. O wifi, como todos já devem saber, é uma conexão feita sem a necessidade de cabos e fios. Sendo possível vários dispositivos se conectarem em uma mesma rede. Wikipedia- acesso dia 13 de julho de 2020.

    As sementes podem cair num solo pedregoso, onde não há oportunidade da semente deitar raízes profundas e assim o vegetal desfalece. A missão da semente não se concretiza.

    As sementes podem cair num terreno espinhoso e a plântula morrer asfixiada,  finalmente, se cair em solo fecundo, com água a planta se desenvolverá.

    Assim, são os corações e mentes das pessoas. Às vezes são terrenos pedregosos- onde é muito difícil que a palavra ecoe, onde a frágil raiz consegue se embrenhar.

    As sementes podem ser jogadas em locais espinhosos, onde são .sufocadas pelos espinhos. Onde palavras são ditas com um ruído de fundo, alto e sufocante, não tem espaço para cumprir sua função.

    O solo fecundo são mentes abertas ao pensamento e ao diálogo. A semente que cai, viceja em frutos.

    As sementes são palavras, frutos as consequências

    Não sou Jesus Cristo nem nenhuma evangelista, muito menos pregadora, apenas eu me apropriei de uma parábola onde achei uma bonita metáfora entre ser blogueira e o semeador.

    Quem escreve sempre procura que suas palavras caiam em solo fecundo, receptivo à vida.

    Quem escreve deve lançar ideias e reflexões, não escrever por escrever.

    Tudo bem se o solo não é fecundo, mas a palavra foi lançada.

    Eu jogo sementes ao vento, espero dispersar boas plantas; enfim, tudo isso é uma parábola.

    Falando como bióloga as sementes podem ser dispersadas de muitas formas. Não somente pelo vento; podem ser transportadas  pelos animais no pelo; através do trato digestivo destes quando comem os frutos;  pela água etc . E na maioria das vezes, para deitar a pequena raiz precisa de água e intensos arranjos metabólicos de hormônios na pequena semente

    Contudo eu  serei bióloga e semeadora, enviarei minhas sementes via Wi-Fi e vocês também a receberão assim. Sinal dos tempos modernos.

     

    “… As pessoas estão querendo o que eu tenho para oferecer? Se não, o que posso fazer diferente?

    … O que vocês fizeram por mim? Onde estavam na crise?

    Aqueles que se posicionaram contundentemente a favor de quem precisa terão dianteira enorme nos corações e nas mentes das pessoas quando a crise passar. E ela vai passar”

     

    Onde vocês estavam na crise? Nizan Guanaes. Folha de São Paulo, 14 de julho de 2020

     

    “Quem elegeu a busca, não pode recusar a travessia.” Guimarães Rosa

    Leave a reply →
  • Posted by cecilia on 24 de julho de 2020, 21:59

    Tia Rê!!
    Parabéns por mais esse texto!
    Adorei a parábola!
    Tenho certeza que vc é uma excelente semeadora! E o solo em que vc semeia é fecundo, de forma que suas palavras produzirão bons frutos certamente!! Mesmo que via wi-fi!!
    Bjs!!

    Reply →
  • Posted by Rosiris on 24 de julho de 2020, 22:09

    Re
    Vc e uma pessoa linda que semeia coisas boas.
    Parabens!!! vc arrasou…
    bjs

    Reply →
  • Posted by lucila de moraes villela werneck de freitas on 24 de julho de 2020, 22:18

    Amiga vc é inspiração sempre !!! obrigada por fazer parte do meu mundo… tenha certeza que se depender de nós suas sementes irão sempre brotar e frutificar !!!

    Reply →
  • Posted by lucila de moraes villela werneck de freitas on 24 de julho de 2020, 22:18

    Amiga vc é inspiração sempre !!! obrigada por fazer parte do meu mundo… tenha certeza que se depender de nós suas sementes irão sempre brotar e frutificar !!!

    Reply →
  • Posted by Maria Rita Esteves Martins on 24 de julho de 2020, 22:34

    Querida Regina vc é uma linda bióloga e semeadura. Muito linda essa parábola bjs

    Reply →

Leave a reply

Cancel reply