Crianças e ciência

Amigos, hoje escrevo de novo sobre ciência. Vou tentar intercalar temas para não ficar muito chato o que eu escrevo, mais do que é geralmente (rsrsrs) Ciência é coisa séria, como vocês sabem. Não quero, entretanto, que vocês pensem que é inacessível. A educação científica deveria ser garantida a todo cidadão. As crianças, pela sua

Fraldas e Vergonha

Quebradinhos e não quebradinhos vou falar de um tema delicado para muitos, mas necessário e, solicitado por pessoas muito conscientes. O uso de fraldas é tabu para muitos, mas eu resolvi, assim mesmo, dar uma escancarada no tema. Fralda, todos usamos quando pequenos, uns largaram as fraldas obrigados, uns com uma forcinha dos pais e  outros

Hospitalização e afins

Caros leitores, esclerosados ou não, Internação  em hospital algum dia já fez parte de sua rotina. Primeiro, antes de ir ao pronto-socorro, você pensa um milhão de vezes, se você realmente deve ir lá, porque seus sintomas podem desaparecer num passe de mágica maluco ou golpe de sorte. Aí você vê que não é bem assim.

Tombos e pontos, cadeiras e bengalas.

Quem nunca levou um tombo, daqueles cinematográficos de morrer de vergonha ou de rir? Nós os Quebradinhos, somos experts nisso… Caímos de maduros, não porque a gente quer, enfim ninguém quer. Já caí caminhando da cozinha para o quarto, na rua…. Claro, já tomei uns pontos no supercílio, sim caí de cara no chão. Acredito

Ciência – parte2

Eu, aqui de novo. Hoje vou falar sobre a divulgação de resultados na ciência. Podemos ver nos meio de comunicação às notícias de novas descobertas de remédios, tratamentos e tecnologias… Mas alguém parou para pensar no que está por trás disso? Todas aquelas fases que descrevi no texto passado, a dúvida, as hipóteses, a metodologia,

Ciência – parte 1

Oi pessoal, hoje vou mudar completamente de assunto, estou com comichão para falar sobre ciência. Vou fazer uma incursão sobre a ciência e o processo cientifico. Por que, e para que? “Por quê?” pela minha formação, trabalhei com ciência muitos anos. “Para que?” há muita dúvida sobre o assunto e para ‘tirar” aquele estereótipo de

Quebradinhos

  Somos os quebradinhos com esclerose múltipla. O termo quebradinho é cunhado pelo colunista Jairo Marques que escreve no jornal Folha de São Paulo, designando os deficientes em geral. Quebradinho é um termo fofo, é engraçadinho. Não somos coitados. Coitado vem do verbo arcaico “coitar”, do latim coctare, que significa desgraçar ou atormentar. Assim, um coitado é

E daí?

  Você que não está nem aí. Por favor, conecte-se. Se liga, tem um mundo acontecendo aí fora. A vida transforma-se e você não está atento Se liga, o planeta Terra está mudando, embora sua mudança seja lenta. Há lixo acumulando-se, florestas sendo destruídas e seres vivos em extinção. Crianças morrem de fome, a guerra