Respeite Seus Limites

Por Wellington Oliveira     Foi exatamente há 13 anos que ouvi de um Neurologista: Wellington você tem uma doença ainda sem cura chamada Esclerose Múltipla. Confesso a vocês que depois de 7 dias internado com suspeita de labirintite, aquilo me soou como um alívio. Afinal, eu já tinha um diagnóstico. Apenas hoje, mais de

VERDADES E MENTIRAS

Todos nós que temos Esclerose Múltipla sabemos que somos iguais e ao mesmo tempo diferentes, como assim? Ora, temos a mesma patologia, mas ela se manifesta diferentemente em cada um de nós. Então é verdade que somos iguais por termos a mesma patologia, como também é mentira que sentimos as mesmas coisas e temos as

Espera

Espera-se que eu escreva no começo do ano, sobre planos, metas- planejamento.  Claro, vou escrever um pouco sobre isso, mas de outra forma. Sinta que é um período para pensar, mas não se desespere : Roma não foi criada em um dia. As coisas não magicamente se resolverem, porque é sua vontade. Se você tem

O meu Natal. O seu Natal, O nosso Natal

Natal é uma época de alegria, mas vem se tornado cada vez mais uma época de exagero. Exagero de consumismo material, mercadológico, não exagero de amor, paz e esperança. Que situação triste! Quando eu era criança, aguardava ansiosamente essa época. Tudo era para o Natal, aguardava Papai Noel, mesmo sabendo que o bom velhinho era meus país e

É tempo de reflexão!

Nos últimos meses, acredito que nove entre dez pessoas tenham passado os dias dizendo: “nossa, o ano já está acabando” ou “gente, daqui a pouco já será Natal!”, ou ainda, “puxa, e lá vamos nós começarmos tudo de novo”! Agora é oficial: acabamos de entrar em dezembro, provavelmente um dos meses mais aguardados do calendário,

A inclusão e “o tamo junto”

Vi uma reportagem na televisão, que me chamou  a atenção; uma palavra talvez; era sobre a inclusão. Peço perdão aos caros leitores, ” por bater tanto nessa tecla” Um comentário com certeza, a inclusão é uma construção, uma elaboração entre pessoas excluídas e as “incluídas”., é um processo que nunca se acaba, nunca se fecha

Surpresa deliciosa!

Não, não se trata de nada comestível, pelo menos não que vá fazer diferença na nossa silhueta. Mas, sim, pode ser um alimento muito bom para o nosso espírito, para a nossa alma, até para o nosso coração… Alguns dias atrás, quando estive na Abem, participei, inesperadamente, de uma reunião só de mulheres que poderíamos

CONHECER E RECONHECER

Nos últimos tempos tenho refletido bastante sobre o estilo de vida que estou levando. Hoje todos somos digitalizados, estamos conectados a Smartfones, computadores, temos acesso a tudo no mundo todo o tempo inteiro, mas o que isso significa para você? Tentando responder essa questão comecei a olhar com detalhes para o meu estilo de vida,

Tudo é uma questão de bom senso e o shortinho

Amigos (as): Eu poderia escrever bonitas dissertações (digo bonitas, não boas, porque aí só dependo do padrão estético para me julgar).Muitos textos, palavras sobre o que eu penso ou sobre o que outras pessoas pensam. Talvez o shortinho bem curto da menina  tenha me  induzido a fazer essa observação. Talvez  estivesse inadequado a um ambiente

A vida sem terceirização

Hoje eu quero falar sobre terceirização, mas não aquela palavra que, conforme está no dicionário, quer dizer contratar terceiros, ou outras empresas, para fazerem serviços que não estão relacionados com a atividade principal de uma empresa. Não é desta terceirização que vou me referir. Eu quero chamar a atenção para quando terceirizamos o resultado de