• 01 NOV 17
    • 17
    O cansaço

    O cansaço

    O cansaço me assola, muito  e profundamente.

    Não é novidade para nenhum de nós os quebradinhos e também  para os não quebradinhos.

    Eu defino alguns cansaços. Há aquele cansaço físico, o saudável e o não muito saudável, resultante de atividades físicas, do trabalho físico e aquele definido pelas doenças, em especial pela esclerose múltipla. Aquele esgotante, que deixa a gente sem energia. Até agora não achei uma descrição boa para ele, tampouco consigo palavras para descrever; estafada, sem energia vital.

    Há outros cansaços também; o mental, aquele da concentração, da atenção, do raciocínio. Aquele cuja ideia é da figura de uma pessoa, muitos escritos e uma fumacinha saindo da cabeça. Falo de outro cansaço do psicológico ou emocional, daquele que sentimos pelas coisas, pelas pessoas, por nós mesmos.

    Só porque eu dei uma definição separada e categorizada, não quer dizer que os cansaços estão separados ou acontecem em dupla ou trio.

    Refiro-me a esse tema porque eu estou cansada. Não importa muito o tipo, acho que todos os tipos ao mesmo tempo.

    Acho que todos nós, humanos, estamos  cansados. Cansados do país, da política, da nossa condição não saudável, da correria, da quantidade e qualidade de informações.

    Mas, não se aflija, tudo vai dar certo, não deixe morrer a esperança, embora haja cansaço profundo e só.

    Leave a reply →
  • Posted by clery. conceiçao penedo. on 1 de novembro de 2017, 18:01

    Muito mais muito bom, sua colocação a respeito do cansaço, como, por quê, para que, e ficamos cansadas de estar cansadas bj.

    Reply →
  • Posted by Cecília on 1 de novembro de 2017, 19:35

    Oie! Mais um texto excelente que expressa o que vc está sentindo, passando.
    Me alegra ver que na última frase há a palavra ESPERANÇA!!
    Deixe o cansaço cansado!!
    Que com o descanso venha o observar, o plantar, o brotar, o crescer, o colher e o agir!
    Ignore o cansaço e descanse muito!!!
    beijos e bom descanso!!

    Reply →
  • Posted by Deborah Yara on 1 de novembro de 2017, 22:52

    Isso isso…. Sempre sábias palavras!

    Reply →
  • Posted by Deborah Yara on 1 de novembro de 2017, 22:52

    Isso isso…. Sempre sábias palavras!

    Reply →
  • Posted by Regina Inês on 2 de novembro de 2017, 22:04

    Parabéns, escrito muito verdadeiro.

    Reply →

Leave a reply

Cancel reply