QUERO DOAR







                Clique Aqui

Últimas matérias

    • 14 DEZ 18
    • 1
    Sorrir

    Sorrir

    De acordo com o dicionário sorrir é: rir sem ruído, apenas com um ligeiro movimento dos lábios e da face. Quando sorrimos para alguém soa como se desejássemos a essa pessoa as melhores energias e as melhores coisas. Esboçamos uma expressão de bondade e de carinho. Sorrir em todas as situações para tudo e para

    • 14 DEZ 18
    • 0
    Poster MCDA – ISPOR 2018

    Poster MCDA – ISPOR 2018

    Poster em PDF:Pôster_MCDA EM_ISPOR_v_18_11_05 (1)  

    • 07 DEZ 18
    • 10
    A queda livre

    A queda livre

    Alguém já viu um esclerosado pegando algum objeto caído? É uma piada; se possível tudo que está ao redor cai também. Nossa Senhora da Coordenação passa longe, ela foge de um quebradinho… Se a bengala cai, as pessoas oferecem-se para pegar. É, a gente tenta agradecer, mas a gente já baixou também. Já segurou na

    • 30 NOV 18
    • 1
    Brasil será representado no comitê da Rede LATEM.

    Brasil será representado no comitê da Rede LATEM.

    No 4° Encontro Latino-Americano de Associações, que aconteceu em Assunção no Paraguai nos dias 25 e 26 de novembro, foi eleito de forma democrática  o novo Comitê de coordenadores da Rede LATEM; Freddy Girón (ASOGEM-Guatemala), Marta Elena Sosa Parra (ALEM-Colombia), Lourdes Morales (APEMED-Paraguai), Sumaya Caldas Afif (ABEM-Brasil), que durante 1 ano serão responsáveis por organizar

    • 23 NOV 18
    • 1
    A Cura

    A Cura

    A Esclerose Múltipla é uma doença crônica, sem cura, mas há controle. Essas foram as palavras que ouvi no dia do diagnóstico e que frequentemente voltam aos meus pensamentos. Durante muito tempo fiquei vivendo, acreditando que apesar de ter a patologia, ela não me afetaria e ficaria sempre bem, pensando que uma possível cura estava

    • 14 NOV 18
    • 12
    Sabedoria

    Sabedoria

    Há uma diferença que nos incomoda? Que ela se torne possibilidade. Que diferença é essa? De sermos nós os esclerosados, quebradinhos, mal-acabados? Há uma deficiência física sim, talvez até mental, mas isso não nos torna menos pessoas, menos capazes , mesmo com limitações. O mundo passou a ser mais lento ou nós que nos tornamos